Token – Itau, Bradesco, BB: como funciona e como usar o dispositivo

Os tokens são dispositivos, físicos ou não, utilizados para ajudar o usuário a ter uma segurança pessoal no acesso, em especial, a bancos, para a realização de transações financeiras, por exemplo. Antigamente havia um aparelho semelhante a um chaveiro que gerava senhas especiais com apenas um clique, permitindo, assim, que a pessoa acessasse sua conta de forma mais segura.

Como usar o Token de bancos

Hoje o token pode até mesmo ser o próprio aplicativo do banco no celular, como é o caso do iToken do Itaú, que falaremos mais adiante. Mas a mecânica é igual: você entra no aplicativo na parte do token, pede a senha temporária e insere no internet banking aberto no seu computador, liberando alguma transação solicitada pelo cliente.

No caso do celular, o token é automático, já que está instalado no mesmo local. Há também aplicativos que reconhecem o computador, teclados virtuais para a colocação de senhas adicionais e várias outras ferramentas que possuem objetivo semelhante.

token aplicativos bancos

Vantagens e desvantagens

Esse tipo de proteção é fundamental nos dias de hoje, afinal de contas, os usuários de internet banking e aplicativos pelo celular crescem a olhos vistos a cada dia. Em contrapartida, aumenta também o número de pessoas má intencionadas que vão tentar vários artifícios para conseguir as senhas e acessar contas de terceiros e efetuar algum golpe para retirar valores dessas pessoas. Por isso, os bancos têm desenvolvido novos mecanismos que ajudam a dar mais segurança aos correntistas.

Anteriormente, para acessar a sua conta bancária eram necessários apenas os dados de agência e conta, além de uma senha. Ou seja, qualquer indivíduo que possuísse tais informações poderia movimentar dinheiro, fazer transferências, pagar contas e, claro, prejudicar alguém.

Mais recentemente, os bancos começaram a perceber a ação dos hackers e crackers e passaram a criar tais mecanismos de segurança para dificultar a vida dos criminosos virtuais. Dentro disso, o token foi a medida, até o momento, mais eficaz, para os clientes que pagam contas, fazem transferências e demais transações via internet banking.

Vale dizer que token significa “passe”, remetendo aos geradores de códigos aleatórios que são importantes para acessar a conta bancária com a senha individual. Isso faz com que ninguém consiga adivinhar o código, já que ele muda a cada novo acesso. Outra dificuldade para os criminosos é que o código tem validade de poucos segundos, mudando em seguida caso seja solicitado.

No entanto, é importante salientar que, além do token, é fundamental que o computador também esteja protegido, com firewall, antivírus e outros cuidados com relação a pishing, spams e fraudes virtuais que podem atacar você. Além disso, deve-se evitar utilizar o internet banking em locais e internet públicas ou em dispositivos infectados com vírus. Tomando tais precauções, a chance de cair em um golpe virtual é pequena.

Como funciona o iToken do Itaú

O iToken do Itaú é um código de segurança gerado na tela inicial do aplicativo do banco instalado no celular e serve tanto para o próprio aparelho celular, para o computador e telefone. Sem ele é impossível realizar transações pelo internet banking, por exemplo. O código gerado pelo iToken independe do sinal da operadora ou da internet, facilitando a vida do usuário.

Para cadastrar o iToken no celular, você deve seguir os seguintes passos:

  1. Inicialmente, você deve acessar a sua conta pelo app Itaú no celular (é preciso instalá-lo, caso você ainda não o tenha);
    itoken itau
  2. Em seguida, digite iToken no aplicativo no campo de busca e siga as orientações que o próprio app vai lhe dar;
  3. Depois, vá até um caixa eletrônico do Itaú mais perto de você e habilite o iToken com o seu cartão da conta corrente. Lembrando que não é possível realizar o desbloqueio por meio da biometria;
  4. Após habilitar no caixa eletrônico, acesse o aplicativo do Itaú em seu celular e entre em sua conta com seus dados e senha eletrônica;
  5. Por fim, é só sair da sua conta no app para que o iToken funcione normalmente.

Como validar transações bancárias

Para validar as transações bancárias, seja pela internet ou pelo telefone, utilize o código gerado automaticamente pelo iToken no seu celular. Para isso, siga os procedimentos abaixo:

  1. Abra o aplicativo do Itaú no seu celular, mas não insira os dados da conta e senha eletrônica;
    itoken itau como configurar
  2. Escolha a opção iToken e utilize o código gerado pelo app.

É importante lembrar que o código é válido até que o círculo se complete, quando se altera o número do código. Se o círculo estiver quase completo, é melhor aguardar e usar o próximo. Nas transações dentro do próprio aplicativo do celular, o iToken valida automaticamente suas solicitações.


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply